Pesquisa

Pesquisa / Survey

Uma pesquisa é um método de coletar informações de um número de indivíduos, coisas ou processos, normalmente feito por amostragem, possibilitando inferências e projeções. Embora as pesquisas sejam feitas de muitas formas e sirvam a uma variedade de propósitos, elas compartilham certas características. Para que os objetivos de uma pesquisa sejam atendidos, os resultados devem ser confiavelmente projetados para a totalidade da população foco. Uma amostra pode ser cientificamente escolhida para que cada indivíduo da poulação tenha uma chance conhecida de seleção. O tamanho da amostra para uma pesquisa dependerá do grau de confiabilidade necessário e de como os resultados devem ser usados. Uma amostra adequadamente selecionada deve ser capaz de refletir as várias características de uma população total dentro de uma margem controlada de erro.

Algumas pesquisas se concentram em opiniões e atitudes, enquanto outras estão mais preocupadas em coletar informações factuais ou combinar estes dois tipos. Pode-se perguntar ao entrevistado o que ele ouviu ou leu sobre uma questão, o que ele sabe sobre ela, sua opinião, como se sente e por que, qual o interesse na questão, experiências passadas, informações demográficas, etc.

Questões podem ser abertas (“O que isso faz você pensar?”) ou fechadas (“Você concorda ou discorda?”); podem pedir ao entrevistado que avalie um produto ou serviço em algum tipo de escala; o questionário pode ser muito breve - não demorando mais do que cinco minutos, ou longos - demorando uma hora ou mais de tempo do respondente.

Uma pesquisa geralmente está enraizada em situações em que um indivíduo ou instituição é confrontado com uma necessidade de informação cujos dados atuais não são suficientes. Uma vez que a necessidade de informação foi identificada, assim como os dados existentes sabidamente inadequados, são definidos os objetivos para a investigação. Esses objetivos devem permanecer tão específicos, claros e inequívocos quanto possível.

Desenhar o questionário é uma etapa importante do processo de desenvolvimento da pesquisa. O questionário liga a informação necessária à medição desejada. Técnicas de escala utilizadas para medição podem ser comparativas ou não comparativas. Se o cuidado e a atenção adequada não forem colocados em conceitos claramente definidos e em perguntas de formulação inequívoca, os dados resultantes poderão conter desvios ou vieses. As perguntas usadas nas pesquisas devem ser refinadas para minimizar os problemas de interpretação e, assim, reduzir o erro da medição. O respondente tem que ser capaz de entender ou compreender a questão da maneira que foi planejada. Uma pergunta deve usar a linguagem de maneira que torne óbvio o significado do que se pretende saber. Para fazer isso, uma pesquisa deve refletir o entendimento da população que está sendo consultada. Como as perguntas são interpretadas pelos respondentes devem ser cuidadosamente consideradas. Além disso, você precisa considerar o tamanho da pesquisa. Se um questionário é muito longo de forma a ser oneroso para o entrevistado, induzindo-o à fadiga, podemos ter erros de resposta, recusas, questionários incompletos, além de contribuir para maiores taxas de não resposta em pesquisas subseqüentes envolvendo o mesmo entrevistado.

A memória desempenha um papel importante quando as pesquisas lidam com eventos passados. Para a maioria das pessoas, quanto maior a demanda que uma pergunta coloca na memória, como ser solicitado a lembrar detalhes triviais que ocorrem em qualquer data aleatória, menos precisas são as respostas e, portanto, menos confiáveis são os dados da pesquisa em si. Uma escolha apropriada de período de referência deve ser feita para que o entrevistado não seja forçado a relatar eventos ocorridos há muito tempo. Agrupamento de perguntas por semelhança pode reduzir a carga cognitiva que uma pesquisa coloca em um respondente. A validade de uma pesquisa pode ser posta em risco se as perguntas forem muito sensíveis, se puderem prejudicar o entrevistado, se invadirem indevidamente a privacidade de um respondente e se a informação solicitada for muito difícil para um respondente voluntário fornecer.

Ricardo Abdala

email: ricardo@developer.com.br
Cel: 61 981225545
skype: rcabdala

Endereço

developer.com.br
pesquisadecampo.com.br
SHIS QI 19, Conj. 9, lote 25
Lago Sul - Brasília DF